Saltar para o conteúdo

Início / Moodle / Safe Exam Browser

Safe Exam Browser

O que é?

O Safe Exam Browser (SEB) é um browser à semelhança do Google Chrome ou Mozilla Firefox que se destaca pelo facto de transformar o computador dos estudantes em modo quiosque, impedindo-os de usar outro software e por não oferecer uma barra de endereços e, assim, impedir que os estudantes visitem sites externos. (Mais informações)
Este browser tem de ser previamente configurado pelo docente e instalado por todos os estudantes que pretendam realizar um teste/exame.

Para que é usado?

É usado em algumas Unidades Orgânicas da U.Porto desde há alguns anos para possibilitar que os estudantes realizem exames nos seus computadores pessoais ou nos computadores das Faculdades com níveis de segurança acrescidos.

Quais as limitações?

Apesar de ser usado em contexto de sala de aula com bastante sucesso, nesta disposição em que os exames se realizam a distância, o SEB não controla nem monitoriza o ambiente físico em que se encontra o estudante. Não há qualquer vigilância sobre o comportamento do estudante. Desta forma, a utilização do SEB não evita a possibilidade de comportamentos inadequados durante as provas de avaliação.

A necessidade de instalação de um software extra no computador dos estudantes pode introduzir ruído no processo e por isso deve ser ponderada com precaução.

Como funciona?

Para cada teste/exame são geradas configurações específicas em função do tipo de prova de que se trata. Do lado do Moodle U.Porto, o estudante só consegue iniciar a prova se estiver a usar o SEB com as configurações geradas pelo docente para aquela ocasião. 

O ficheiro de configuração de cada prova deve ser aberto pelo estudante exatamente no momento da realização da prova.

Dispositivos suportados

O estudante pode usar sistemas operativos Windows ou macOS. Dispositivos iOS são suportados mas podem não ser os mais indicados para determinadas provas (por exemplo, aquelas em que é necessária a utilização de aplicações extra ou que incluam perguntas de desenvolvimento) 

Não é possível usar o SEB em ambientes Linux, nem através de máquinas virtuais, nem em dispositivos Android.